Notícias

23/10/2018

Artigo de geriatra do Hospital Divina Providência é publicado no Jornal do Comércio

A médica geriatra do Hospital Divina Providência, Fernanda Cocolichio, fez um artigo sobre o mês do idoso. Este texto foi publicado no Jornal do Comércio de 23 de outubro.

Envelhecimento tri legal

Entender que o envelhecimento é inexorável ao ser humano e que o tempo vai passar para todos é o ponto de partida para se refletir sobre como viver mais e melhor. Pela minha experiência como geriatra, observo que os principais medos das pessoas ao avançar da idade são: dar trabalho para os seus familiares, solidão, doenças e perda da autonomia. Mas quem disse que envelhecer é isso? Esta fase pode ser tri legal, depende de qual o significado e propósito que se dá à própria existência. A forma como vamos amadurecer reflete hábitos que cultivamos ao longo dos anos. Sabe-se que apenas 25% do nosso envelhecimento é determinado pela genética. 

Os outros 75% são o resultado da rotina e das escolhas feitas na juventude. Estilo de vida saudável equilibra e corpo, mente, relações interpessoais, espiritualidade e objetivos. Compreender melhor este processo, fazer parte desta decisão – e não escolher ser uma vítima do tempo – é fundamental para planejarmos a maneira como queremos chegar à velhice. No início do século passado, nossa expectativa de vida ao nascer era, em média, de 45 anos. Hoje, a vida, muitas vezes, só encontra sentido a partir desta idade. A chance de ter-se uma nova oportunidade, de repensar caminhos e escolhas aos 50, 60, 70, 80 anos é maravilhosa. Em 2025, haverá mais idosos no mundo do que crianças. Isso se reflete na urgente necessidade de os profissionais se readequarem a este novo modelo de saúde. O idoso que se aposentava e esperava a vida passar sentado em uma poltrona está superado. Meus pacientes são ativos, querem novos desafios, namoram, participam das redes sociais, alguns são atletas, outros descobrem novos talentos depois da maturidade, apesar de muitos conviverem com mais de cinco doenças diferentes. Este é o novo conceito de saúde, que significa bem-estar e não, simplesmente, a ausência de enfermidades. Este é o ciclo da vida. 

Reinventar-se, ter autonomia para fazer boas escolhas e viver bem, independentemente da idade. Envelhecer é ser responsável pelo futuro que nos aguarda e as boas escolhas refletirão na nossa saúde.