Notícias

11/10/2018

Emergência do Divina traz novidades no modelo assistencial

Texto: Bruna Gandolfo/CDN Comunicação

Evento apresenta novo modelo de emergência do HDP.

Evento apresenta novo modelo de emergência do HDP.

O evento de apresentação da reestruturação física e do modelo assistencial da emergência do Hospital Divina Providência (HDP) ocorreu na manhã de 11 de outubro. Além do corpo médico, diretoria, colaboradores e irmãs da congregação, estiveram presentes parceiros, representantes de outros hospitais, convênios de saúde, imprensa, comunidade em geral e outras organizações parceiras.

A cerimônia foi aberta pela presidente da Sociedade Sulina Divina Providência, Irmã Clair Agnes, que salientou a importância da união de todos em torno do projeto. Em seguida, o diretor técnico do HDP,  dr. Willian Dalpra, destacou a relevância do investimento feito e agradeceu aos parceiros de caminhada. Ele sublinhou que mais do que uma ampliação, a nova emergência representa um estreito alinhamento com o enfoque institucional na eficiência da gestão do leito operacional do Divina, “com nossa perspectiva de resolutividade plena da alta complexidade, representa um alinhamento com a nova projeção epidemiológica dos atendimentos”.

A seguir, o coordenador da emergência, dr. Leandro Menzen, explicou aos presentes a reestruturação. O atendimento segue humanizado e seguro, com um sistema de classificação de risco por nível de gravidade e utilização de recursos. São dez leitos de observação, sendo cinco com estrutura de alta complexidade e um com isolamento respiratório. "O espaço conta com equipamentos modernos e fundamentais para realizar diagnósticos em situação de urgência", informou o coordenador.

Um terceiro consultório foi implementado, visando menor tempo de espera, principalmente nos períodos de maior demanda em um modelo de Fast Track. Também há o apoio de especialidades vinculadas às linhas de cuidado da cardiologia, neurologia e paciente crítico. Com isso, o tempo médio de espera é de 29 minutos.

Para finalizar, o gerente técnico-médico, Dr. Maurício Menna Barreto, falou sobre a experiência do paciente. Disse que para o sucesso no atendimento dos pacientes é preciso entregar um cuidado completo, onde se soma, além de toda a estrutura e tecnologia instaladas, a comunicação assertiva e postura ética e humanizada das equipes. “Precisamos escutar o nossos clientes e entender o que gera valor para eles. Desta forma, conseguirmos continuamente ir ao encontro das expectativas do nosso público. Este último alinhado a questão de inovação com o uso de tecnologia – smartphones”, define.

Após as falas, os presentes fizeram uma visita à emergência, onde ocorreu a bênção do local.