Notícias

19/09/2018

Divina Providência realiza mutirão gratuito de prevenção e cuidados de doenças cardiovasculares

Neste sábado (22), das 9h às 13h, uma equipe do HDP estará no parque Marinha do Brasil prestando serviços e tirando dúvidas sobre problemas do coração
 
Cerca de 300 mil pessoas por ano sofrem infartos no Brasil (30% dos casos o ataque cardíaco é fatal). Ciente disso, o Hospital Divina Providência (HDP) realiza um mutirão de serviços e atividades voltadas à conscientização e prevenção destas doenças. Em referência ao Dia Mundial do Coração (29 de setembro), a ação de atendimentos gratuitos ocorre neste sábado, 22 de setembro, no Parque Marinha do Brasil (voltado para a Av. Borges de Medeiros, próximo ao Praia de Belas Shopping).
“Com alguns hábitos saudáveis é possivel diminuir a incidência de doenças cardiovasculares: exercícios físicos frequentes, abandono do tabagismo, alimentação com menos sal e menos açúcar, uso moderado de bebida alcoólica e controle da pressão arterial”, explica o dra. Diane Roso, cardiologista do HDP”, explica o dra. Diane Roso, cardiologista do HDP.
Cerca de 80% das ocorrências, entretanto, poderiam ser evitadas com medidas simples de hábitos saudáveis. Por isso, das 9h às 13h, médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas e nutricionistas do hospital  estarão disponíveis para prestar orientações e realizar alguns serviços, como cálculo do índice de massa corpórea (IMC); dar dicas nutricionais sobre alimentos "amigos do coração“; informar sobre atividades físicas e medir a pressão arterial. 
 
 
Saiba mais sobre as doenças cardiovasculares no inverno
 
Quais são os principais sintomas?
Dor no peito, falta de ar e sudorese. Sintomas menos comuns, mas que também podem ocorrer são: dor no pescoço e na mandíbula, dor na barriga, dor nos braços, dor nas costas, palpitações, taquicardia, náuseas e vômitos, alterações visuais e desmaio. 
 
Como reconhecer que alguém possa estar tendo um infarto?
A pessoa leva a mão no peito, fica ofegante, a pele fica suada e pegajosa e pode acontecer um desmaio.
 
Como evitar um infarto?
Ter acompanhamento regular de cardiologista, tratar adequadamente a hipertensão e o diabetes, fazer atividade física regular, manter hábitos saudáveis de alimentação, manter os níveis de colesterol controlados, evitar o abuso de álcool, evitar o sobrepeso/obesidade e não fumar. 
 
Quais são os procedimentos em caso de suspeita de infarto?
Ao primeiro sintoma de que algo errado está acontecendo, procurar a emergência pois o rápido reconhecimento e o pronto tratamento pode limitar os danos provocados por um infarto e evitar a morte.
 
Como este paciente é atendido no HDP?
Na emergência do HDP, especializada em neurocardiovaslular, há protocolos de identificação de infarto de forma que um paciente com sinais/sintomas que podem corresponder a um infarto nunca ficarão aguardando atendimento como um paciente sem risco de vida.
Esse paciente será rapidamente identificado pelo enfermeiro no momento da triagem (por meio de um checklist padronizado e validado para a identificação de infarto), e é submetido a eletrocardiograma em no máximo 10 minutos da chegada, antes mesmo do atendimento pelo médico.
O atendimento médico é priorizado para esse paciente e, já em posse do ECG, o médico pode identificar os tipos mais graves de infarto nesse atendimento inicial. Se for o caso, o paciente pode ser submetido a cateterismo cardíaco para tratamento definitivo da lesão na coronária, disponível 24h e sempre em menos de 90 minutos da chegada ao setor.
Caso o eletrocardiograma não permita a identificação do infarto logo na chegada, o mesmo passará por exames de sangue e de imagem para a correta identificação e somente será liberado caso o diagnóstico de infarto seja devidamente excluído. 
 
Para acompanhamento deste paciente, o Hospital Divina Providência conta com a Linha de Cuidado da Cardiologia, que trata especialmente do diagnóstico e tratamento das doenças do coração e do sistema cardiovascular.