Notícias

19/02/2018

Hospital São José, sinônimo de excelência em atendimento

Diretor de Operações RSDP, equipe HSJ, secretário estadual da Saúde e presidente da Federação dos Hospitais Flantrópicos do RS.

Diretor de Operações RSDP, equipe HSJ, secretário estadual da Saúde e presidente da Federação dos Hospitais Flantrópicos do RS.

O Hospital São José, de Arroio do Meio, recebeu, no final de 2017, o Prêmio Luiz Carlos Rocha Falchi de Gestão Hospitalar, na categoria Gestão do Atendimento e Segurança do Paciente. Integrante da Rede de Saúde Divina Providência, o São José foi agraciado pelo trabalho desenvolvido no Serviço em Saúde Mental.

A premiação reconhece as melhores práticas de gestão desenvolvidas nos hospitais filantrópicos do Estado em favor da comunidade em que estão inseridos. A equipe de Saúde Mental do São José acredita que a honraria mostra que está no caminho certo, pois acredita que a ideia da saúde mental é o cuidado para com o sujeito e não o tratamento de uma doença. Para os profissionais que atuam nesse serviço, a melhora está ligada à essência do cuidado como um todo, tendo como máxima que cada paciente é único, é chamado pelo nome, tem sua história e sua família. É uma pessoa e não uma doença.

O Serviço de Saúde Mental do HSJ

Com o aval da mantenedora, a Sociedade Sulina Divina Providência, há uma década o Hospital São José compõe a Rede de Atenção Integral e Saúde Mental no Rio Grande do Sul. Na época, a região de cobertura da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde não tinha atendimento hospitalar específico para estes casos.

Cerca de 20 atendimentos mensais, pelo SUS, são realizados no São José por uma equipe interdisciplinar, formada por psiquiatras, psicólogos, assistente social, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticas, nutricionistas, educadora física, médicos psiquiatras, médicos residentes, serviços administrativos, entre outros.

Pessoas com todos os tipos de patologias relacionados à Saúde Mental seguem um cronograma ocupacional, que inclui arteterapia, oficina de cerâmica e de nutrição, atividades físicas, cinema, rodas de conversa, grupos terapêuticos, oficina de farmácia, grupos de famílias, grupo de troca de afetos, entre outros.

O prêmio

Promovido pela Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do Rio Grande do Sul, o prêmio de Gestão Hospitalar Falchi, concedido anualmente, foi dividido nas categorias – Gestão de Processos, Gestão de Pessoas e Gestão do Atendimento e Segurança do Paciente.

Foto: Esquerda para a direita: diretor de Operações da RSDP, José Carlos Soares; gerente administrativa do HSJ, Fabiane Hammes Gasparotto; secretário estadual da Saúde, João Gabbardo; psicóloga do HSJ, Ruth Wissmann Alves; gerente assistencial do HSJ, Rosi Mari Barboza; assistente social do HSJ, Roseleni Feil; presidente da Federação dos Hhospitais Flantrópicos do RS, André Lagemann.