Notícias

25/10/2017

Congregação das Irmãs da Divina Providência completa 175 anos

A instituição foi fundada pelo Pe. Eduardo Michelis, em Münster, na Alemanha, no dia 3 de novembro de 1842. Tinha como objetivo oferecer esperança e um futuro próspero para crianças órfãs em resposta às necessidades daquela época. Foi este o início da Congregação, que significa: “Deus é Pai e providencia o que é melhor para seus filhos. Por isso, ser Irmã da Divina Providência significa ser presença do Amor e da Ternura de Deus Providência pelo nosso ser e agir”. No Hospital Divina Providência, a data será comemorada no dia 1º de novembro, às 13h30min, com Missa no Auditório Pe. Eduardo Micheli, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Spengler .

*Por Irmã Inês Pretto

Sempre costumamos celebrar, de alguma forma, o aniversário. Muito maior será o motivo de comemorar quem faz 175 anos. No próximo dia três de novembro a Congregação das Irmãs da Divina Providência celebra 175 anos de vida. Uma história que nasceu em Münster, Alemanha e que se espalhou pelo continente europeu, latino americano, asiático e africano.

A Congregação, com sede geral na Alemanha, atualmente conta com aproximadamente 950 membros. As Irmãs da Divina Providência, que atuam na Rede de Saúde Divina Providência, pertencem à Província Mãe da Providência, com sede em Porto Alegre. Além de estar presente nos quatro hospitais da Rede, a Província tem comunidades e atua em Projetos Sociais e pastorais na Grande Porto Alegre, no Vale do Rio Pardo, no Oeste de Santa Catarina e também no Amazonas, Pará e Maranhão.

No atual momento a Congregação está buscando novas formas de se organizar, simplificando e adaptando às novas exigências suas estruturas internas. Na América Latina, há uma mobilização para uma nova configuração para melhor atender a seus próprios membros e aos trabalhos que lhes são confiados nas diferentes áreas de atuação.

Somos Irmãs da Divina Providência, mulheres que decidem seguir Jesus Cristo e, em nome dele, colocar-nos a serviço lá onde a Congregação nos chamar. Composta de pessoas frágeis e fortes, corajosas, apesar dos medos, sempre conscientes de sermos aprendizes do Evangelho e das pessoas com as quais vivemos e trabalhamos. Mas, acima de tudo, somos mulheres confiantes no que aprendemos de nosso fundador, Pe.Eduardo Michelis: “O braço de Deus ainda não se encurtou”. E, na fé, temos certeza que ele nunca encurtará. Sempre nos alcança lá onde estivermos, se a Ele estendermos nossa mão.

* Coordenadora provincial da Província Mãe da Providência

Fonte:

Confira outras notícias