Sua Saúde

24/05/2022

MAPA é aliada contra a hipertensão

Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial durante 24 horas auxilia no diagnóstico

MAPA é a Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial durante 24 horas. A pressão arterial medida no consultório nem sempre é o suficiente para fazer um diagnóstico preciso. Se o monitoramento mais prolongado demonstrar muitas medidas com hipertensão, o tratamento deve ser iniciado.

A MAPA é importante não só para fazer o diagnóstico, mas também para verificar a eficácia do tratamento dos hipertensos ou se o paciente está apresentando períodos de pressão muito baixa. Isso pode causar tonturas, fraqueza ou até desmaios.  

Como é feita a MAPA?

Um monitor leve e pequeno é colocado na cintura do paciente, conectado por um tubo plástico fino a uma braçadeira semelhante às dos aparelhos tradicionais de medição da pressão arterial. O paciente não deve tomar banho, nem realizar exercícios físicos intensos ou competitivos enquanto estiver com o aparelho.

Registrar as atividades principais e o que a pessoa sentiu ajudarão o cardiologista a verificar se existe relação entre os sintomas e os níveis de pressão registrados. Não deve ser confundido com Holter, realizado para registrar arritmias cardíacas.

O Serviço de Cardiologia do Hospital Divina Providência reforça o alerta:

A hipertensão arterial é uma doença silenciosa que, se não for  tratada adequadamente, pode evoluir com graves consequências como AVC, infarto do miocárdio, insuficiências renal e cardíaca. Essas complicações podem levar o paciente ao óbito!

Confira outras notícias