Sua Saúde

10/03/2022

Clínica da Família Campo da Tuca realiza oficina do Acesso Mais Seguro

As oficinas Acesso Mais Seguro servem para os profissionais das unidades conhecerem a metodologia e construírem o seu Plano de Contigência, chamado Plano AMS, com apoio e parceria do Grupo de Suporte, que atua a nível central.

O Acesso Mais Seguro é uma ferramenta adaptada pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) para unidades de serviços brasileiros que encontram-se em áreas de vulnerabilidade à violência armada.

O AMS procura conduzir os profissionais na ampliação de sua capacidade de análise do contexto onde atuam, potencializando a observação de sinais e auxiliando na identificação e classificação dos riscos aos quais estão expostos em seu dia a dia de trabalho. 

Juliane Martinez, dentista apoiadora da Atenção Primária, destaca que, no caso de uma crise de segurança, a metodologia do AMS contribui no seu gerenciamento: "O Acesso Mais Seguro aqui em Porto Alegre tornou-se uma política pública em dezembro de 2021 e o que se quer com isso é que todas as unidades do Município de Porto Alegre tenham o seu Plano e sejam certificadas."

Juliane ressalta que o Hospital Divina Providência já realizou oficinas em 5 das suas 34 unidades: "São elas Maria da Conceição, esta já se encontra, inclusive, na plataforma do AMS e já validado, Osmar Freitas, Divisa, Saúde Indígena e, ontem, na Clínica da Família Campo da Tuca", finaliza.

Confira outras notícias