Notícias

21/10/2021

UTI Neonatal do Divina completa 20 anos de conquistas

A UTI Neonatal do Hospital Divina Providência completou 20 anos. Na Unidade, os recém-nascidos em situações de risco são atendidos por uma equipe especializada. 

A equipe médica, formada por 12 pediatras, conta com toda a infraestrutura necessária, como incubadoras para bebês de peso normal e de prematuridade extrema, berços aquecidos, respiradores, bombas de infusão e monitores de alta tecnologia. A UTI Neo realiza, em média, 40 internações/mês, informa a coordenadora médica do Centro Materno Infantil, dra. Cristina Rosa Medina de Melo.


História de superação


O médico pediatra Cláudio Pacheco, que trabalha no Alojamento Conjunto, é o mais antigo profissional do setor e conta a história inicial da UTI Neo. Lembra que os oito pediatras gostavam da maneira fraterna com que as Irmãs da Divina Providência e os funcionários tratavam os pacientes. Pacheco liderou o grupo de médicos que assumiu a responsabilidade pelos atendimentos, de maneira autônoma, para que a Maternidade não fechasse. Isso porque a média mensal era de 50 partos, pois outras maternidades já tinham UTIs Neo e ganhavam a preferência por ter melhores equipamentos. 


“Os honorários médicos pagos pelos convênios eram muito baixos. Muitos colegas não resistiram, saíram e foram trabalhar em outras instituições. Um pequeno grupo persistiu porque acreditava no potencial do Divina. Assim, após alguns anos, quando o movimento mensal atingiu mais de 300 partos, a direção contratou os profissionais que haviam permanecido”, relata o dr. Pacheco. “Hoje, temos um Centro Materno Infantil reconhecido por certificações de qualidade como Acreditação ONA, por diversas premiações e pela comunidade”, comemora.


“Parabéns à UTI Neo pelos seus 20 anos e às colegas ‘fundadoras’ que resistiram: Luciane Cunha, Cristina Melo, Inês Nogueira, Maristela Rodrigues e Fernanda Samy. Juntos, realizamos esse sonho. Continuaremos sempre evoluindo e modernizando o atendimento. Parabéns aos colegas médicos, em especial aos nossos neonatologistas, todos competentes e dedicados”, declara Pacheco.

Confira outras notícias