Sua Saúde

11/07/2022

HDP usa técnica avançada para tratar de arritmias cardíacas complexas 

Paciente submetido a ablação de fibrilação atrial por mapeamento eletroanatômico recebeu alta três dias após o procdimento

A equipe de Arritmias Cardíacas e de Eletrofisiologia do Hospital Divina Providência realizou nesta segunda-feira, 12, um procedimento de ablação de fibrilação atrial por mapeamento eletroanatômico tridimensional. Trata-se de uma técnica moderna e de alta tecnologia, utilizada para o tratamentos de arritmias complexas. 

Consiste em utilizar cateteres de eletrofisiologia dentro do coração para traçar um mapa, espécie de GPS do local onde a arritmia se origina e, assim, fazer o tratamento com cauterização a com a maior precisão possível. Com isso, aumenta a probabilidade de eliminação do problema.

O paciente de 74 anos, procedente de Nova Santa Rita, é portador de marcapasso cardíaco. Conforme os médicos cardiologistas eletrofisiologistas Guilherme Ferreira Gazzoni e Pablo da Costa Soliz, responsáveis pela equipe, o idoso apresentava episódios de arritmia cardíaca e enfraquecimento da força de contração do coração. Ele teve uma boa evolução e recebeu alta hospitalar três dias após o pŕocedimento.

“Esse tipo de arritmia é a fibrilação atrial, um ritmo cardíaco muito irregular e desorganizado, gerando sintomas como palpitação, dor torácica e falta de ar. Em alguns casos, pode levar ao enfraquecimento e à dilatação do coração”, explica o Dr. Guilherme. O paciente permanece internado para acompanhamento.  


O que são arritmias cardíacas 


O especialista esclarece que as arritmias cardíacas são alterações na geração e/ou condução do impulso elétrico no coração. “Os sintomas mais comuns são palpitações, tontura, desmaio, palidez, mal-estar, falta de ar, dor no peito e, em alguns casos, pode manifestar-se como morte súbita”, alerta.  Segundo ele, as arritmias podem ser prolongadas e sustentadas ou podem ocorrer de maneira rápida e intermitente. “Quando o coração acelera, são classificadas de taquicardias e quando os batimentos ficam reduzidos, temos as bradicardias.”

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico das arritmias é realizado por meio de uma avaliação clínica e de exames. O eletrocardiograma, holter, teste ergométrico e estudo eletrofisiológico são os mais comumente realizados. Em alguns casos, outros exames cardiológicos, como o ecocardiograma, ressonância e cateterismo cardíaco são necessários.

O Centro Clínico do Hospital Divina Providência possui consultório especializado em arritmias cardíacas e marcapasso e realiza, também, exames complementares e tratamentos  necessários para cada caso. O setor de Eletrofisiologia Cardíaca mantém apoio ao atendimento do paciente durante todos os dias da semana.

Confira outras notícias