Notícias

30/07/2021

Unidades de Saúde realizam atividades no mês da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

As Unidades de Saúde Estrada dos Alpes, Esmeralda, Herdeiros e Divisa, gerenciadas pelo Hospital Divina Providência, promoveram, em julho, atividades relativas ao mês da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Na US Alpes houve roda de conversa sobre os desafios enfrentados pelas mulheres negras e as suas lutas. Participaram representantes da Secretaria Municipal da Saúde da Capital e do Quilombo do Alpes, uma comunidade quilombola com sede no território da unidade. Também houve uma  oficina de confecção de Abayomi.

Abayomi

A boneca Abayomi é um símbolo de força das mulheres negras e surgiu durante as viagens de navios negreiros. As crianças filhas das escravas não tinham brinquedos e o único recurso era rasgar pedaços das saias das mães para fazer as bonecas. Por isso, são feitas  sem pontos, somente com nós.

Na US Esmeralda, as ações envolveram  grupo Conviver e equipe. Na US Herdeiros, teve roda de conversa com a equipe e, na US Divisa,  oficina material reciclável e conversa na sala de espera.

A data

Celebrado no dia 25 de julho, o Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha surgiu para dar visibilidade à luta das mulheres negras contra a opressão de gênero, a exploração e o racismo. Foi instituído em 1992 durante o 1º Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas. No Brasil, a data homenageia a líder quilombola Tereza de Benguela, símbolo da luta e da resistência do povo preto.

Confira outras notícias