Notícias

09/10/2020

Dia Mundial de Prevenção à Obesidade

A obesidade é uma pandemia silenciosa que vem crescendo no mundo inteiro. Só no Brasil, estima-se que 20% da população sofra com a doença. A obesidade traz consequências sérias para a sua saúde.

Obesidade e o coração

Ter obesidade aumenta o risco de uma série de doenças como diabetes mellitus, pressão alta e colesterol alto que são importantes fatores de risco para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares. Em crianças, a obesidade apresenta muitos dos mesmos riscos que em adultos. 

Obesidade e o aparelho digestivo

A obesidade, por ser uma doença  sistêmica, tem impacto em todo o organismo, incluíndo no incremento de doença do aparelho digestivo.

Sabe-se que o excesso de peso está associado ao aumento de doenças de refluxo, surgimento de cálculo na vesícula biliar e acúmulo de gordura no fígado (esteatose hepática não alcoólica) que pode evoluir para fibrose e até cirrose. 

Há várias alternativas para o tratamento da obesidade. Uma alimentação balanceada, exercícios físicos, o uso de medicações, utilização de balões intragástricos até a cirurgia bariátrica. É fundamental avaliação especializada, com equipe multidisciplinar, para identificar a melhor forma de tratamento da obesidade.

Como evitar a obesidade?

Torne-se mais ativo - Muitos tipos de atividade física podem ajudar, incluindo caminhadas. Você pode começar com alguns minutos por dia e adicionar mais à medida que fica mais forte e aumenta sua resistência.

Melhore sua dieta - É saudável ter refeições regulares, comer porções menores e não pular refeições. Evite doces e alimentos processados ​​e, em vez disso, coma mais vegetais e frutas.

Pare de fumar - Algumas pessoas começam a comer mais depois que param de fumar, portanto, tente fazer escolhas alimentares saudáveis. Mesmo que aumente seu apetite, parar de fumar ainda é uma das melhores coisas que você pode fazer para melhorar sua saúde.

Limite o álcool - não beba mais do que 1 dose por dia se for mulher e não mais do que 2 doses por dia se for homem.

Faça um acompanhamento médico regular - Um especialista pode lhe ajudar com as orientações quanto à mudanças de estilo de vida e terás a oportunidade de iniciar um tratamento precoce, caso seja diagnosticado com uma doença cardiovascular associada.

Confira outras notícias