Notícias

09/09/2019

Setembro Amarelo: falar é a melhor solução!

Texto: Lurdes Nascimento/Foco Comunicação

Os pacientes da Saúde Mental do Hospital São José estão fazendo atividades voltadas ao Setembro Amarelo. Acompanhados pela equipe do Núcleo da Saúde Mental, estão trabalhando o tema do suicídio de uma forma muito especial.  Já confeccionaram mãos - onde registraram mensagens de estímulo às pessoas em sofrimento - que foram espalhadas pelo hospital, junto com cartazes ilustrativos. A próxima etapa prevê a produção de marcadores de página em alusão ao mês, que serão distribuídos na palestra que o São José realizará no dia 19 próximo.

Referência há 12 anos


O São José é referência em Saúde Mental no Vale do Taquari desde 2007.  Na ocasião, a região carecia de atendimentos hospitalares específicos em saúde mental. Por isso, o São José foi o primeiro hospital do Vale a aderir ao atendimento de pacientes portadores de sofrimento mental, passando a integrar a Rede de Atendimento Integral em Saúde Mental no Rio Grande do Sul. Em 2015, o hospital implantou o Programa de Residência Médica em Psiquiatria, vinculado ao MEC, e com um ambulatório que oferece consultas e acompanhamento psiquiátrico.

Respeito pelas individualidades
 
O Núcleo de Saúde Mental do HSJ é formado por médicos psiquiatras, psicólogos, enfermeiros, assistente social, técnicos em enfermagem, farmacêuticos, nutricionistas e educador físico. O atendimento é humanizado e oferece atividades envolvendo o paciente e familiares. Na área externa de lazer, ocorrem oficinas de cinema, de conhecimento em medicamentos e hábitos saudáveis, cerâmica, troca de afetos, roda de sentimentos, arteterapia e noções de nutrição. As ações são desenvolvidas com base na patologia e nas necessidades de cada paciente. Elas são pensadas levando em conta a sua história de vida, suas individualidades, habilidades e potencialidades, respeitando as crenças, valores e costumes de cada indivíduo.