Notícias

11/01/2019

Cuidado para que a otite de verão não estrague suas férias

Nada como se refrescar em piscina, mar ou rio nestes dias com termômetros acima dos 30°C. Mas estes mergulhos podem levar à chamada otite de verão. Nestes casos, há uma infecção na região mais superficial da orelha, no canal que liga a liga ao tímpano. Geralmente, é causada por bactérias ou fungos e, conforme o ouvido interage com a água, a cera, que é um importante agente de defesa, vai se desprendendo.

Os tratamentos são, na maioria das vezes, com medicamentos de aplicação tópica. Quando há infecção, pode ser necessário usar anti-inflamatório, antibióticos ou anti-fúngicos. 

Aos primeiros sinais de dor, não use métodos caseiros e procure um otorrinolaringologista imediatamente. O Centro Clínico do Hospital Divina Providência tem especialistas que podem ajudá-lo com este problema.

Como se prevenir:

- Não remova a cera de ouvido.

- Caso haja uma obstrução, consulte um especialista para fazer a limpeza;

– Limpe a orelha apenas com a toalha (nunca com cotonetes);

–  Procure não coçar o ouvido;

 – Use tampões (se estiver acostumado);

– Evite passar muito tempo dentro da água. O período de permanência da criança deve ser monitorado pelos pais.

Saiba mais:

http://divinaprovidencia.org.br/divina/servicos-medicos/centro-clinico/otorrinolaringologia/