Notícias

15/05/2018

Marques Pereira é o responsável pelos serviços do Banco de Sangue do HDP

Texto: Patrícia Feiten - CDN Comunicação

O Hospital Divina Providência (HDP) firmou, em abril, um novo convênio para os serviços do Banco de Sangue. Com o acordo, o Laboratório Marques Pereira passou a ser responsável pelo fracionamento e pela sorologia de bolsas de sangue coletadas na instituição, processo antes realizado pelo Hemocentro do Estado do Rio Grande do Sul.

O HDP é a primeira empresa a ser atendida pelo Marques Pereira como unidade de coleta e transfusão. “O atendimento ao hospital agora está estruturado em um modelo mais moderno de gestão em hemoterapia, que se baseia no suporte às unidades de coleta e transfusão. Nesse modelo, a doação de sangue e a transfusão são realizadas nas dependências do hospital, enquanto o processamento e testagens dos hemocomponentes são realizados pelo serviço de hemoterapia do Laboratório Marques Pereira em seu Banco de Sangue”, explica a diretora do laboratório, a dra. Cláudia Marques Pereira.

Fundado em 1948, o Laboratório Marques Pereira é certificado pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial e pela Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. “O laboratório iniciou seus serviços de hemoterapia em 1960, quando passou a atender a diversos hospitais, inclusive o HDP até o início da década de 80. Ficamos muito alegres com a retomada desta parceria coincidentemente no mês de abril, quando o laboratório celebra seus 70 anos de fundação”, diz Cláudia.

Com a mudança no convênio, os processos do Banco de Sangue do HDP permanecem os mesmos, observa a enfermeira Laila Leão Cesar. Apenas o horário de atendimento de segunda a sexta-feira foi alterado. Desde o dia 24 de abril, a coleta nesses dias é realizada das 7h às 17h. Aos sábados, o horário permanece o mesmo: das 8h às 12h. O Banco de Sangue funciona no primeiro andar do HDP e coleta de 150 a 180 bolsas de sangue por mês.